Viagens

Luciara atrai milhares de turistas que buscam ver e alimentar botos no Rio Araguaia

Luciara atrai milhares de turistas que buscam ver e alimentar botos no Rio Araguaia

A grande “atração” do município de Luciara o boto-cinza, vem atraindo milhares de turistas que buscam ter esse contato tão próximo com o “golfinho” de água doce. Inúmeros vídeos e fotos são postados nas redes sociais mostrando a interação e entre homem e animal.

Os botos do Araguaia impressionam pela docilidade e a mansidão. Os animais são encontrados em todo Rio Araguaia, mas em especial no Lago dos Veados que fica localizado no município de Luciara. Somente no local é possível ter esse contato com os animais.

Espécie

O boto-cinza ou costero (Sotalia guianensis) antes era considerado uma subespécie do tucuxi (Sotalia fluvitialis guianensis) é pouco encontrado na água doce ou em estuários, sendo mais comum na costa marinha desde o sul da América Central até o sudeste brasileiro.

Folclore Brasileiro 

Diz a lenda amazônica que o boto pode se transformar e ir às festas da região na forma de um homem bonito e forte, vestido de branco, bronzeado e muito perfumado, que convida as moças para dançar e depois as seduz. Mas o boto nunca tira o chapéu para esconder seu segredo: um buraco na cabeça por onde ele respira. Ele também toma muito cuidado para ir embora das festas antes do amanhecer.

Por isso, toda donzela era alertada por suas mães para tomarem cuidado com flertes que recebiam de belos rapazes em bailes ou festas. Por detrás deles, poderia estar a figura do boto, um conquistador de corações, que pode engravidá-las e abandoná-las.

A lenda serve como pretexto para moças justificarem a gravidez sem casamento. "Foi o boto", dizem.