Agro em Foco

Guerra comercial consolida Brasil como maior exportador mundial de soja

Guerra comercial consolida Brasil como maior exportador mundial de soja

Um relatório publicado pela Organização Mundial do Comércio (OMC) revelou que o Brasil se consolidou na liderança global de exportações de soja. O país foi responsável, em 2018, por 56% das vendas externas da oleaginosa no planeta – 29% de aumento em relação a 2017.

EUA - Por outro lado, os EUA, segundo colocado, responderam por 29% das exportações mundiais de soja no ano passado, cerca de 20% a menos do que em 2017. Outros destaques foram o Paraguai, que cresceu 3% de um ano para o outro, chegando a 4% de participação global, e o Canadá, com os mesmos 4%, mas com um aumento de 14% em um ano.

Participação - A participação da soja na pauta de commodities agrícolas subiu de 2,6% (2008) para 3,3% em 2018, totalizando US$ 60 bilhões comercializados – acréscimo de US$ 35 bilhões em dez anos. De acordo com o relatório da OMC, as exportações de soja cresceram mais do que a média mundial dos outros produtos agrícolas (3,1% ao ano, em média). Por outro lado, os preços do grão despencaram 24% na última década.