Policial

Em operação Lei Seca, Polícia Militar apreende suspeito por dirigir embriagado

Em operação Lei Seca, Polícia Militar apreende suspeito por dirigir embriagado

Na noite desta quinta-feira (28), a Polícia Militar apreendeu um suspeito por condução de veículo em estado de embriaguez. De acordo com o teste realizado com etilômetro (bafômetro), foi constatado um teor alcoólico de 0.71mg por litro de ar expirado. Foi dada voz de prisão ao suspeito e ele foi encaminhado para a central de atendimento da Polícia Militar.

O condutor estava em uma camionete S10, que foi levada para o pátio do DETRAN por não estar devidamente licenciada.

Após o boletim de ocorrência ser registrado, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia Judiciária Civil de Querência.

Outro boletim de ocorrência registrado é de direção perigosa, desobediência e resistência.

A Equipe da Polícia flagrou duas pessoas em uma moto e uma delas, que estava de carona, sem capacete. Ao dar sinal de parada, os suspeitos apreenderam fuga em alta velocidade, de acordo com a narrativa do boletim de ocorrência.

A Polícia seguiu os suspeitos até a Rua Projetada C, local onde eles adentraram em uma residência e esconderam a moto na parte dos fundos. A equipe encontrou no local o suspeito reconhecido como a pessoa que estava de carona na moto sem capacete.

Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito ofereceu resistência a abordagem e estava com sinais de embriaguez. Ao retirar a moto do local, os moradores formaram uma aglomeração e filmaram a ação. A Equipe da PM deu voz de prisão ao suspeito e fez uso de medidas de contenção, pois o suspeito estava alterado. O veículo também foi apreendido e notificado.

Após o boletim de ocorrência registrado, foi encaminhado para Delegacia Judiciária Civil, para as medidas cabíveis que o caso requer.

 

Lei seca no carnaval

Segundo o comandante da Polícia Militar de Querência, Major Gahyva, as ações de Lei seca serão intensas durante o período de Carnaval.

“A intenção é um carnaval seguro e pacífico” Afirmou.

A regra que consta na Resolução Nº 432/2013 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), diz que qualquer quantidade de álcool detectada pelo etilômetro já acarreta algum tipo de penalização. Ou seja, o condutor deve apresentar 0% de álcool no organismo.

Abaixo de 0,35mg de álcool por litro de ar expirado, condutor recebe uma multa no valor de R$ R$ 2.934,7 e tem a CNH suspensa.  A partir disso, a pena pode chegar a reclusão de até 3 anos.

Por exemplo, agora, o condutor infrator que causar mortes ao volante por estar sob o efeito de álcool (ou outra substância psicoativa que cause dependência) será punido com prisão de 5 a 8 anos.

A Polícia Militar de Querência está realizando desde quarta-feira (27), blitz com o uso do etilômetro e deve receber reforço policial durante as o Carnaval para intensificar as ações de fiscalização e prevenção.