Política

Bolsonaro sinaliza com parceria público-privada para conclusão da BR-242, que liga Santiago do Norte a Querência, e construção da FICO

Bolsonaro sinaliza com parceria público-privada para conclusão da BR-242, que liga Santiago do Norte a Querência, e construção da FICO

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sinalizou que o Governo Federal pode formalizar parcerias com a iniciativa privada para conclusão da BR-242, entre Santiago do Norte e Querência, em Mato Grosso, bem como para construção da Ferrovia Integração Centro-Oeste (FICO), ligando Lucas do Rio Verde (MT) e Campinorte (GO) passando por Água Boa (MT).

Em comunicado feito em seu perfil no Twitter na tarde desta quarta-feira (6), o presidente anunciou que os assuntos foram tratados com o secretário do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Adalberto Vasconcelos, e com o ministro da Secretaria de Governo, General Santos Cruz.

No dia 28 de fevereiro, o prefeito de Querência, Fernando Görgen (PSB), esteve no em uma reunião no Palácio do Planalto, junto ao Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL). As pautas levadas até o Presidente e o Ministro da Secretaria de Governo, General Carlos Alberto dos Santos Cruz, foram as obras da BR 242 e dos embargos ambientais dos assentamentos do município de Querência.

As obras da BR-242 estão paralisadas em Santiago do Norte, distrito de Paranatinga (540 km de Cuiabá), há seis anos. O maior entrave para continuidade da pavimentação asfáltica da rodovia federal é uma exigência de alteração no projeto por parte do Ibama, uma vez que o traçado inicial passa dentro da chamada Zona de Influência da Reserva do Xingu, que abrange cerca de 40 km de distância do parque.

A BR-242 é tida como uma das mais importantes rotas de escoamento de grãos do país, pois interliga Mato Grosso aos principais portos do Norte, como Miritituba, no Pará, e Itaquim no Maranhão. Quando concluída, a expectativa é de que ela seja uma rota alternativa para exportação das commodities, desafogando a BR-163 e fomentando a produção agrícola na região.

 

FICO
O projeto total da Ferrovia Integração Centro-Oeste (FICO) liga Goiás até  Rondônia, tendo início em Campinorte (GO), passando por Água Boa (MT), Lucas do Rio Verde (MT) e Vilhena (RO), e terminando em Porto Velho (RO).

A expectativa é que a FICO traga um alívio significativo para o escoamento de grãos do Vale do Araguaia, região ao Leste de Mato Grosso. Isso porque, com a ferrovia pronta, será possível escoar parte da produção do Vale do Araguaia para Ferrovia Norte-Sul, permitindo que sejam acessados os portos de Itaqui (MA), no Norte do país, e Santos, no Sudeste. Além disso, também deve haver uma redução de custos com frete de aproximadamente 25%.