Galeria de Fotos

O Torneio de futebol Osvaldo Görgen, que aconteceu durante este final de semana, contou com a participação de 42 equipes masculinas e 07 equipes femininas. Os jogos aconteceram no Estádio Municipal Osvaldo Görgen.

Com times de outros municípios, a competição começou na tarde de Sábado (04) e foi até a noite de domingo. As equipes masculinas foram divididas em chaves de 03 times cada, passando 02 de cada chave. O time que perdesse, tinha a oportunidade de se reinscrever. Depois eles jogavam entre si, disputando uma vaga nas semifinais eliminatória, o time que perdesse estava fora da competição.

Os times finalistas foram Juventude de Confresa-MT e Águia Negra, prata da casa. Em um jogo movimentado, mas sem nenhuma ocorrência grave, Juventude levou o 1º lugar por 2 X 0.

Águia Negra, fez várias tentativas, apesar de não ter marcado nenhum gol na partida final. Mesmo assim, o atleta do time, Victor Hugo levou o prêmio de melhor jogador do torneio.

“Esse título é de grande valor nossa equipe trabalhou desde o começo para ganhar, nós queríamos muito ganhar. Eu trabalhei muito para estar aqui jogando. Toda a união da nossa equipe também, se não fosse minha equipe eu acho que eu não conseguiria. E eu quero agradecer a todo mundo, a Prefeitura de Querência, a todos os meus companheiros por esse ótimo resultado.” Afirmou Victor Hogo.

A premiação rendeu R$30.000,00 para o 1º Lugar masculino e R$5.000,00 para o feminino.

Cleide Mossini, uma das coordenadoras de esporte de Querência, agradeceu a toda a equipe que trabalhou para realizar o evento.  Além disso, falou sobre o trabalho da arbitragem, que na avaliação dela foi 100%.

“A equipe da arbitragem, eu diria pra você que foi 100%. Muito obrigado aos companheiros professores e aos demais árbitros da comunidade, que fazem parte do quadro de arbitragem.” Agradeceu Cleide, ao final do torneio.

O Árbitro que atuou na última partida, Fábio Barbosa, fez uma conversa com ambos os times antes de iniciar o jogo, com o intuito de estabelecer um acordo de jogo justo.

“A gente que trabalha com arbitragem sabe que numa final duas equipes querem vencer de qualquer forma.  Mas a gente sabe que no futebol não é assim, sempre tem que sair um vencedor o outro um perdedor. E a gente teve uma participação imparcial no resultado eu acho, o jogo foi bem jogado.”disse Fábio.