NOTÍCIA - prefeitura/politica

11 de janeiro de 2018 | MENOR | MAIOR | |

Prefeito nega agressão a vereadores de Aragarças e diz que teve carro fechado

Prefeito nega agressão a vereadores de Aragarças e diz que teve carro fechado

Sobre o incidente envolvendo quatro vereadores e o prefeito de Aragarças na quarta-feira (10/1) nos fundos do Palácio Araguaia, o gestor José Elias (PROS) concedeu entrevista coletiva na tarde do mesmo dia para explicar que não houve agressão.
 
Na versão do prefeito, ele explica que estava no gabinete e foi impedido de sair do prédio porque havia uma caminhonete pertencente a um dos vereadores fechando a caminhonete da prefeitura. Zé Elias diz que chamou a Polícia Militar (PM) para sair do gabinete e deu réu no veículo do vereador. “Eu tive que fazer isso porque eles não queriam me deixar sair da prefeitura”, explicou.
 
Os vereadores, que procuraram o Ministério Público (MP) para relatar o fato, alegam que foram até a prefeitura notificar o prefeito para comparecer na sessão de julgamento da Comissão Processante que o investiga. A audiência será realizada dia 17/1 quando será julgado o parecer final do processo e que o prefeito não queria recebe-los.
 
A queda-de-braço entre legislativo e executivo em Aragarças começou com a polêmica dos lotes da EMAC e se estendeu com uma comissão processante montada no final do ano passado. Na oportunidade os vereadores receberam denuncias de irregularidades contra o gestor.
 
José Elias diz que os pontos levantados pela denuncia foram esclarecidos e que o problema agora passou a ser uma questão politica onde a oposição tenta lhe cassar o mandato.

Prefeito nega agressão a vereadores de Aragarças e diz que teve carro fechado
Fonte: Querência em Foco com Araguaia Notícia.

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.