NOTÍCIA - Agronegócio

17 de julho de 2017 | MENOR | MAIOR | |

GERAR LEITE 2017 bate recorde de dados e reúne mais de 250 pessoas.

Grupo de técnicos encerra reuniões do ano com 60% de aumento nas informações recebidas em comparação a 2016.
GERAR LEITE 2017 bate recorde de dados e reúne mais de 250 pessoas.

A rodada de reuniões regionais do GERAR LEITE 2017 reuniu mais de 250 pessoas, a maioria técnicos integrados ao grupo, e cumpriu com o seu objetivo primordial, que é identificar oportunidades para melhorar os resultados reprodutivos e de qualidade do leite. No período de abril a junho o grupo percorreu cinco estados: Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná.

Criado em 2014, o GERAR é composto por um seleto grupo de médicos veterinários que discutem resultados e inovações referentes à IATF e TETF (protocolos em tempo fixo). Em três anos o grupo dedicado ao gado de leite passou de 70 para 152 técnicos integrantes e teve um crescimento substancial no número de dados coletados e analisados.

“O GERAR possibilita trabalhar com uma estratégia diferenciada, pois traz uma troca de informação riquíssima entre os participantes. Este é canal de propagação de conhecimento entre produtores, técnicos e convidados do setor”, afirma Fernando Braga, Gerente de Produto de Bovinos – Linha Leite da Zoetis.

Em 2017 foram analisados 191 mil dados de 540 fazendas, um aumento expressivo quando comparado ao primeiro ano do Grupo GERAR LEITE, que teve 40 mil dados analisados de 110 fazendas.

Os dados aproveitados foram agrupados e analisados pela equipe do médico veterinário José Luiz Moraes Vasconcelos, o “professor Zequinha”, da FMVZ-UNESP de Botucatu (SP), a universidade parceira do grupo.

Mediador de todos os encontros regionais do Grupo, o professor também apresentou alguns resultados por região:

“Os encontros seguiram os formatos anteriores, porém com uma riqueza de dados ainda maior. Ficamos muito orgulhosos de poder seguir trocando informações e de sermos os únicos com um banco de dados tão vasto”, relata Fernando Braga.

Aplicativo iQmax+

Além da apresentação dos resultados coletados, o GERAR 2017 também teve o pré-lançamento de um aplicativo exclusivo para contribuir com a pecuária leiteira, o iQmax+. “Ele oferece recursos diferenciados, com foco na produtividade leiteira. Seu primeiro módulo é o de Qualidade do Leite, que ajuda a fazer um diagnóstico do que pode estar contribuindo para a ocorrência de mastites clínicas e subclínicas na fazenda, permitindo ao produtor analisar todos os pontos críticos da sua operação”, explica Braga.

O aplicativo ainda simula o quanto se pode aumentar a produtividade da fazenda controlando a mastite de forma eficaz. Depois de concluídas as análises, o produtor recebe um plano de ação para ser implementado e os protocolos de tratamento de mastite clínica e subclínica mais adequados à sua fazenda.

Site do GERAR

Outra novidade é o novo canal na internet que o grupo GERAR acaba de ganhar: www.grupogerar.agr.br. Por meio do novo endereço os pecuaristas conseguem encontrar facilmente os técnicos do Grupo que atuam em sua região e as principais notícias, artigos, cases, relatórios e ferramentas sobre reprodução de gado de corte e de leite no Brasil.

GERAR LEITE 2017 bate recorde de dados e reúne mais de 250 pessoas.
Fonte: Querência em Foco com Zoetis

Comentários

Deixe um comentário sobre esta notícia.